A magia de preservar cada momento

Hoje em dia, a Lares que Latem, vamos a falar sobre como manter a intimidade do nosso lar num momento em que podem haver muitos olhos curiosos com vontade de saber quem somos.

Compartilhar:

Há uns dias acordámos todos com uma noticia publicada no jornal Diário La Vanguardia, na qual se falava sobre como aumentando as horas que passamos em casa também aumentam os problemas de convivência com as pessoas com as quais compartilhamos o bloco e com as quais, em circunstância normais, apenas coincidimos umas horas por dia no edifício.

Alguns desses problemas têm a ver com os ruídos originados nas casas, com odores ou com a má utilização dos espaços comuns, embora noutra ocasiões, o motivo seja algo que se pode solucionar facilmente com as persianas Enroláveis da Saxun: o voyeurismo.

A palavra voyeurismo, provêm do francês, identifica a atividade de quem desfruta de ver a intimidade de outras pessoas.

O aborrecimento de ter de ficar em casa e a proximidade entre janelas nas ruas mais estreitas, induz ao afloramento do instinto mais indiscreto em muitas pessoas para tornar o dia a dia dos seus vizinhos numa espécie de ‘’Big Brother’’ (Grande Irmão)  em que os os participantes do concurso  não costumam querer participar.

Para quem deseja proteger a sua família destes olhos alheio, a ideia da Saxun, com a sua grande variedade de tecidos e fatores de abertura entre os quais o usuário pode escolher será de grande ajuda.

Persianas com sistema inteligente e automatizáveis que podem ser fechadas todos os dias a uma hora em concreto previamente estabelecida e que protegem o que mais queremos.

Porque a tranquilidade é um dos valores que mais queremos no nosso lar.